Get Adobe Flash player

1º Cerco de Jericó com o Padre Tim renova a fé dos fiéis

Paróquia de São Pedro e São Paulo promoveu sete dias de muita oração e paz para todos

Os católicos de Capinópolis participaram com fé e oração do 1º Cerco de Jericó da Paróquia São Pedro e São Paulo. Entre os dias 17 e 23, os fiéis participaram de caminhadas, terços, Missas e, a cada dia, foi feita uma volta ao redor do quarteirão da Igreja.

Neste domingo, último dia,  houve também uma carreata às 17h, com a presença de mais de 70 carros e motos.

Às 19h, teve início a Santa Missa com a Igreja lotada tendo a celebração conduzida pelo Padre William de Ávila e o Padre Tim.

O Padre William escolheu o Padre Tim, de Canápolis, por sua vasta experiência em Cercos de Jericó. “Foram sete dias de muita oração, onde conseguimos quebrar as muralhas que atrapalham a nossa vida”, destaca o Padre William.

A Missa foi muito bonita, com a queima de pedidos, muita música e oração. Quase ao final, todos os fiéis participaram das sete voltas no quarteirão da Igreja, quando todos chegaram, com grande alegria, o jovem João Vitor Fontoura tocou o berrante e todos se emocionaram com o fim do Cerco de Jericó.

Para marcar o fim com uma confraternização, foi servido um delicioso caldo de frango.

“Muito obrigado ao Padre Tim por ter atendido ao nosso convite e a todos os fiéis pela participação. Espero que os sete dias de oração continuem sendo algo diário na vida de cada cristão”, finaliza o Padre William.

Conheça a história

No Antigo Testamento, depois da morte de Moisés, Deus acolheu Josué para conduzir o povo hebreu. Deus disse a Josué que atravessasse o Jordão com todo o povo e tomasse posse da terra prometida. Ora, a cidade de Jericó era uma fortaleza inexpugnável.

Ao chegar junto às muralhas de Jericó, Josué ergueu os olhos e viu um  anjo  com  uma espada na mão, que lhe deu ordens concretas e detalhadas.

Josué e todo Israel executaram fielmente as ordens recebidas: durante seis dias, os valentes guerreiros de Israel deram uma volta em torno da cidade. No sétimo dia, deram sete voltas. Durante a sétima volta, ao som da trombeta, todo o povo levantou um grande clamor e, pelo poder de Deus, as muralhas de Jericó caíram… (Josué 6).

“Que Deus abençoe a todos”, disse o Padre Tim em entrevista

Logo após o fim do Cerco de Jericó, o Padre Newton Catarina Reis, o Padre Tim, falou com a nossa reportagem e disse estar muito feliz em ter participado do 1º Cerco de Jericó da Paróquia de São Pedro e São Paulo.

Pergunta: Como foi o convite para vir realizar o Cerco de Jericó na Paróquia São Pedro e São Paulo?

Padre Tim: Para mim foi uma alegria muito grande por receber esse convite do Padre Willian, e desde a segunda-feira, quando nós iniciamos, às seis horas da manhã, o número dos fiéis foi cada dia aumentando...

Pergunta: ... me contaram que no primeiro dia ao perceber que tinha pouca participação, você disse não se preocupa, o povo virá...

Pe. Tim: Não era profecia, estou acostumado sempre é assim, cada dia vai aumentando o número, e você viu hoje a nossa igreja quase que pequena. Você sabe que essa é uma das maiores igrejas de nossa Diocese e tínhamos muitas pessoas em pé, e hoje estava superlotada, com pessoas da comunidade e de outras localidades que vieram também participar, rezar conosco e cada dia Deus vai tocando o coração das pessoas e foi trazendo, e um vai passando a notícia para o outro e de repente, nós temos aqui tantas pessoas.

O mês de outubro é um mês missionário e nós vamos ser missionários, falando de Jesus com o outro até chegar a esse momento de nossa vitória.

Pergunta: Por que o senhor acha que tantas pessoas vieram? As pessoas estão querendo, sentindo falta de receber Jesus?

Pe. Tim: Nós precisamos a cada dia de Deus em nosso coração, na nossa família, na nossa casa. Nós precisamos de quem fala de Deus, de quem nos mostra um Deus misericordioso e durante toda essa semana foi justamente isso, um Deus que me ama, não é um Deus que me cobra, um Deus carrasco, um Deus que me condena, mas um Deus amor. Estamos no ano de misericórdia.

Pergunta: Como Capinópolis te recebeu?

Pe. Tim: Olha, posso dizer que estou em casa, fui muito bem acolhido por cada pessoa que vinha, por todas as pessoas, as crianças e os adultos... de forma que eu me senti em casa.

Pergunta: a sua mensagem final Padre Tim:

Pe. Tim: Que Deus derrame muita graça sobre você e sua família.